Gordura saturada e insaturada

A gordura saturada encontra-se na forma sólida ou semissólida quando em temperatura ambiente, e é possível encontrá-la principalmente em produtos de origem animal – na gordura animal, no leite e seus derivados -, mas também em algumas fontes vegetais – na gordura do coco e no óleo de palma. Chegou a ser banida das dietas, pois seu excesso pode desequilibrar o nível de colesterol, mas hoje sua avaliação está sendo revista, já que o corpo pode usá-la, e precisa dela em pequenas quantidades. Portanto, ela pode ser considerada saudável se consumida com moderação.

A gordura insaturada é considerada a mais benéfica e saudável. Ela é proveniente de óleos vegetais que não foram submetidos ao calor ou hidrogenação:
– monoinsaturada (ou ômega 9): azeite de oliva, azeitonas, sementes oleaginosas, abacate e óleo de coco
– poli-insaturada (ou ômega 3): óleo de linhaça, chia, nozes e peixes (salmão, arenque, sardinha etc.)

Quando em temperatura ambiente, este tipo de gordura é encontrado na natureza geralmente na forma líquida.

O hábito de suplementação de óleo de peixe tem aumentado consideravelmente na ultima década devido a inúmeros estudos científicos comprovando sua importância para a constituição das membranas celulares, aumento da imunidade, efeito anti-inflamatório, melhora na cognição e memória, regulação na coagulação e pressão sanguínea, entre outros.

A gordura não precisa ser uma adição temerosa na dieta. Usando-se bom senso quantitativo e o conhecimento qualitativo das diferentes gorduras, não somente elas podem ser gostosas, como também podem fazer sentir-se bem, física e psicologicamente.